A A A

Nota de Falecimento



Dr. Marciano de Almeida Carvalho

Um Cearense de alma carioca que aceitou o desafio, primeiro do Rio de Janeiro e depois em um dos maiores centros de cardiologia no mundo, o Cedars-Sinai Medical Center em Los Angeles, de buscar aprendizado. Retornou em 1967 trazendo consigo além das publicações lá realizadas, novos conceitos que revolucionaram a cardiologia do Hospital dos Servidores.

Com seu pioneirismo introduziu a moderna Cardiologia, com a criação de Unidade Coronariana, implementação dos protocolos do cardiointensivismo, da estimulação cardíaca artificial provisória e permanente, a monitoração hemodinâmica à beira do leito, o tratamento do choque cardiogênico, o diagnóstico e tratamento de complexas arritmias cardíacas , com o introdução do uso da propafenona e do verapamil e muito mais, sempre cercado de seus residentes.

Descomplicar era seu talento maior. Polivalente e provocativo em instigar a busca do diagnóstico na boa anamnese, cuidadoso exame físico e com a exploração máxima do eletrocardiograma, que ele mesmo manipulava com derivações especiais, intracavitarias ou esofagianas. Produzia vasto material que depois era apresentado em aulas inesquecíveis em que projetava traçados de arritmias complexas, mas que com seus diagramas desenhados no quadro, tornavam claro o diagnóstico! Estudioso e devorador de novos livros sem qualquer arrogância.

Muitos passaram por essa escola Marciano Carvalho hoje espalhados pelo Brasil. Privilegiados como eu. Em setembro de 1999 uma grave Hemorragia cerebral interrompeu sua trajetória brilhante e hoje finalmente descansou.

Tornava simples o que era muito complexo!

Grande orgulho de ter sido seu discípulo!

Morreu o homem, mas seus ensinamentos para nós estarão eternamente vivos. Obrigado Mestre!

Por Dr. Luiz Maurino Abreu

Voltar

Mapa do Portal

Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da SBC - Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2017 | Sociedade Brasileira de Cardiologia | tecnologia@cardiol.br
Última atualização: 25/4/2017