A A A

Notícias


Novos projetos do Ministério da Saúde estão alinhados com visão do cardiologista brasileiro


SBC participou de evento na Academia Nacional de Medicina, em homenagem a Luiz Henrique Mandetta

O diretor de Qualidade Assistencial da SBC, Evandro Tinoco Mesquita, participou da Cerimônia de Outorga do Título de Vice-Presidente Honorário ao Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no dia 1º de agosto, na Academia Nacional de Medicina (ANM), no Rio de Janeiro. No evento, o ministro falou sobre os investimentos na saúde, que, na avaliação do representante da SBC, "são boas notícias na valorização no médico, da medicina e do paciente".

Mandetta anunciou recursos não apenas a atenção básica, mas também para pesquisas no SUS: mais de R$ 160 milhões destinados aos problemas das principais doenças que acometem a saúde do povo brasileiro. Disse que vai desenvolver um projeto de criar um centro de genética destinado a medicina de precisão, que será a base dos avanços da próxima década, onde bancos de dados e avaliação da genômica do brasileiro para o desenvolvimento de uma medicina personalizada. Além disso, fará investimentos no complexo industrial e no desenvolvimento de biotecnologia.

"Este é um projeto muito alinhado com a visão do cardiologista brasileiro, que enxerga que cuidar das pessoas com excelência, valorizando os desfechos clínicos para reconhecer a excelência dos profissionais de saúde e das instituições, promoverá uma transformação no sistema de saúde no Brasil”, afirmou Evandro Tinoco Mesquita.

Outro ponto alto, na avaliação do diretor da SBC, é a valorização da carreira médica no atual governo, com o anúncio do programa ‘Médicos pelo Brasil’, que vai substituir o ‘Mais Médicos”. No total, o programa terá 18 mil vagas, das quais cerca de 13 mil em cidades com dificuldade de acesso a médico.

“Foi uma palestra de um brilhante estadista falando sobre as transformações da saúde, de um modelo contemporâneo de governança, de valores e respeito ao ser humano, do excesso de escolas médicas e da necessidade de utilizar desfechos clínicos para diferenciar profissionais e instituições.

Encantou o presidente da ANM, Jorge Alberto, os acadêmicos e a plateia. Foi aplaudido de pé! Foi uma noite memorável para um Setor da Saúde que, na minha visão é a locomotiva para o Brasil. Nossos profissionais médicos e nossas sociedades estarão juntos ajudando na construção de um futuro com uma melhor saúde para todos os brasileiros!”, finalizou Tinoco Mesquita.





Voltar 

Mapa do Portal

Conheça a SBC

Associados

Serviços

Produtos

Eventos

Seções

Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da SBC - Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2019 | Sociedade Brasileira de Cardiologia | tecnologia@cardiol.br
Última atualização: 8/12/2019