A A A

Notícias


Andréa Brandão passa a ser Professora Titular de Cardiologia da UERJ


Memorial e Plano de Trabalho foram apresentados em 15 de agosto

A atual presidente da Socerj, Andréa Araujo Brandão, que já ocupou diversos cargos na SBC com grande dedicação à entidade, é a nova Professora Titular de Cardiologia da UERJ. Andréa Brandão apresentou o Memorial e Plano de Trabalho perante Banca Examinadora, em 15 de agosto, na sede da Universidade no Rio de Janeiro. A Banca foi composta pelo Professor Titular de Clínica Médica da UERJ, Wille Oigman, Professor Titular de Nefrologia da UERJ, José Hermógenes Rocco Suassuna, Professor Titular do Departamento de Fisiologia da UFF/RJ, Antônio Claudio Lucas da Nobrega, Professor Titular de Cardiologia da Universidade Federal de Goiás, Paulo Cesar Veiga Jardim e pelo Professor Titular de Cardiologia da Faculdade de Medicina do ABC/SP, Antônio Carlos Palandri Chagas, que também foi presidente da SBC (biênio 2008/09).

“Um momento de muita felicidade já que a vida acadêmica sempre foi a ênfase na minha vida profissional. Alcançar a posição de Professor Titular é o ponto máximo da carreira, ainda mais na UERJ, que tem liderança na Cardiologia do Rio de Janeiro e do Brasil”, resumiu Andréa Brandão. “Espero que com essa posição eu possa contribuir para a qualificação acadêmica de todos que trabalham na Cardiologia da UERJ, fomentar a pesquisa, melhorar a qualidade da graduação e organizar os diferentes setores da especialidade na Universidade, possibilitando um crescimento e avanço na qualidade das suas atividades”, relatou. A nova Professora Titular destacou que a defesa do Memorial é muito interessante porque se faz um retrospecto de toda a vida.

“Tive o privilégio de acompanhar a sessão pública e ser testemunha desse importante momento para a Cardiologia brasileira”, afirmou o presidente eleito da SBC, Marcelo Queiroga.

A nova Professora Titular da UERJ tem grande identificação com a SBC e destacou isso em seu Memorial. Andréa Brandão foi presidente do Departamento de Hipertensão, diretora financeira (biênio 2010/11), participou de várias comissões – Conselho Fiscal, Planejamento Estratégico e CeCon – e será diretora de Departamentos da próxima gestão (biênio 2020/21). Andréa Brandão é filha de um presidente da SBC, Ayrton Pires Brandão, que comandou a entidade no biênio 1983/84. “A Sociedade esteve presente na minha vida e, desde muito pequena, ouvia falar da entidade. Já como aluna de Medicina, eu sempre frequentei os congressos e a sede com meu pai”, contou. “A SBC me proporcionou a oportunidade de estar com muitas lideranças da Cardiologia de todo o país e oportunidades internacionais de interação. Eu devo muito à SBC”, completou.

“Andréa Brandão exerceu a função de Diretora Financeira do biênio 2010/11 com dedicação, controlando os gastos da SBC, participando ativamente de todas as decisões importantes que tivemos. Foi brilhante. Sua postura acadêmica e científica foi também impecável. Participou da organização dos Congressos da SBC, bem como da maioria das atividades científicas com absoluta correção acadêmica, foco nas novidades científicas, sugerindo sempre as pessoas mais qualificadas a cada tema. Como ser humano, é uma pessoa doce, amigável, com opiniões próprias. Exerce críticas, sempre que acha necessário, sem desrespeitar ninguém e sem perder o jeito querido. Tenho sorte de tê-la como amiga” contou o presidente da SBC (biênio 2010/11), Jorge Ilha Guimarães.

Andréa Brandão durante a apresentação de Memorial e Plano de Trabalho

Andréa entre três presidentes da SBC: seu pai (à esquerda), Chagas e Queiroga (à direita)






Voltar 

Mapa do Portal

Conheça a SBC

Associados

Serviços

Produtos

Eventos

Seções

Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da SBC - Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2019 | Sociedade Brasileira de Cardiologia | tecnologia@cardiol.br
Última atualização: 17/9/2019