A A A

Notícias


Diretor da SBC defende Compliance como matéria obrigatória nas faculdades


O diretor de Promoção de Saúde Cardiovascular, Fernando Costa, representou a SBC no Ética Saúde Summit 2019, realizado pelo Instituto Ética Saúde (IES), em parceria com a FGVethics, no dia 07 de novembro, em São Paulo. O evento reuniu mais de 200 convidados e foi palco do lançamento da campanha “Ética não é moda, ética é saúde!”, criada pelo IES e o Instituto Não Aceito Corrupção (INAC).

No painel “Os Desafios das Sociedades Médicas e Operadoras de Planos de Saúde: Sensibilidade, Modelo Comportamentais e Dilemas Éticos do profissional de Saúde”, moderado pela coordenadora Executiva do FGVEthics, Luciana Stocco Betiol, Fernando Costa defendeu que é preciso tratar os problemas de ética já na formação médica. “Compliance deveria ser matéria obrigatória de todas as faculdades. E deveria existir um processo de punição exemplar não só para o médico, mas também para o indivíduo que o incentivou a agir de forma errada”.

Durante a discussão, Costa também fez um alerta sobre a importância da prevenção para evitar doenças. “Atualmente, ocorrem mil mortes por doenças cardiovasculares por dia. Se houvesse prevenção, 60% delas seriam evitadas. Os planos de saúde têm que entender que a criança que hoje não tem nada, amanhã pode vir a ser um usuário doente, pois tratamos muito bem a doença na fase secundária, mas não a tratamos na fase primária. Para atuar nesta causa, a SBC promove o programa SBC vai à Escola, que tem o objetivo de conscientizar alunos de escolas públicas sobre a importância de cuidar do coração”, explicou.

Também participaram do debate a membro da Comissão de Defesa Profissional da Associação Médica Brasileira, Miyuki Goto, a assessora Jurídica da Associação Brasileira de Planos de Saúde, Simone Parré, o presidente do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial, José Rodrigues Laureano Filho, o presidente da Comissão para Controle de Material Ortopédico da Sociedade Brasileira de Ortopedia, Diego Falcochio, o presidente da Sociedade Brasileira de Patologias Clínicas/ Medicina Laboratorial, Wilson Shcolnik, e o presidente da União Nacional de Autogestão em Saúde, Anderson Mendes.

As entidades que participaram do Ética Saúde Summit 2019, como debatedoras ou na plateia, assinaram o “Marco de Consenso Brasileiro para a Colaboração Ética Multisetorial nos Setores de Saúde”, documento que tem o apoio e endosso de Órgãos Públicos e Autarquias que participam do Sistema de Saúde do Brasil e reconhece o Estatuto e Instruções Normativas do Instituto Ética Saúde como norteadores para as ações de Compliance e Integridade no Setor de Saúde. A SBC é integrante do Conselho Consultivo do IES e foi quem teve a ideia de criar o termo de compromisso.













Voltar 

Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da SBC - Todos os Direitos Reservados
© Copyright 2020 | Sociedade Brasileira de Cardiologia | tecnologia@cardiol.br
Última atualização: 14/7/2020